Billboard4

 

Ed, que se mudou para os EUA no ano passado para continuar a sua carreira na América do Norte depois de  se lançar grande no Reino Unido com a estréia folk-hop “+” e, apesar das grandes oportunidades chegando com freqüência em sua porta, ainda não está acostumado a tais eventos glamurosos.

“Eu venho de uma pequena cidade na Inglaterra (Halifax), cresci assistindo este tipo de eventos na TV, e então você se encontra nesses eventos. Eu realmente não me visto de maneira inteligente. E eu realmente não uso roupas de grife. Então, eu estou instantaneamente um pouco como: Oh (porcaria), eu realmente deveria ter vestido para isso. “

Sua amiga Taylor Swift, com quem ainda está em turnê, tem servido de guia para sua nova vida “surreal”.

“Taylor me fez sentar ao lado dela e Selena Gomez, e ambas têm o mesmo tipo de estado de espírito quando se vem para aqueles prêmio. Querem se divertir com seus amigos ou não ir embora. Eu participei. Eu apenas senti que havia uma grande quantidade de ego na sala. E eu nunca fui um fã de ego. Eu não acho que é necessário. “

Ele está tendo boas relações com o sul coreano Psy, que entusiasmado com a perspectiva de recuperar o atraso com Sheeran em Toronto depois que ele diz que os dois bebiam juntos em Las Vegas e Londres, e Sheeran alegremente devolveu o elogio.

“Ele é um cara muito, muito bom – ele pode definitivamente lidar com a bebida. Ele tem uma grande personalidade!”

Quando perguntado sobre o próximo álbum, Ed disse já ter escrito novas 14 músicas, sendo quatro baladas e o resto puxa mais para a influência do hip-hop. Essa influência sempre foi a parte mais interessante de soft-rock melódico do Sheeran.

“Está mais para um Lauryn Hill, Miseducation (álbum solo de Lauren Hill). Mesmo tipo de vibração.”

Para que ninguém pense que ele está comparando o seu segundo álbum nascente com um clássico de todos os tempos amplamente amado, ele rapidamente esclarece.

“Mas eu quero dizer, como, não espere que esse tipo de som, porque esse é um som que você realmente não pode recriar. Mas é esse tipo de vibração.”

Sua fã-base cresceu e a perseguição dos paparazzi também, mas Ed garante que eles nunca vão conseguir algo de interessante.

“Eu sempre esperei que isso acontecesse e,  nunca aconteceu. Eu acho que é porque eu nunca fiz nada de interessante. Como eu nunca fui pego levando cocaína ou tendo relações sexuais com uma stripper, ou, você sabe, coisas que acabam estragando as pessoas na imprensa. Eu não fiz essas coisas. Eu não namorei uma pessoa famosa. Eu não sou tão escandaloso. Basicamente, eu faço o meu trabalho e faço isso bem.”

Ed completou dizendo que não se importaria de namorar uma celebridade e que isso poderia até ser divertido. Também disse que ele é  muito profissional para portar drogas ou sair com uma stripper, pois batalhou muito para chegar onde está e que seria idiota de cometer tal deslize. Ele acha que sempre vão encontrá-lo trabalhando e não acredita que a mídia vá conseguir bater nele.

Fonte.: Vancouver Sun

Tradução e Adaptação.: Jennifer Nunes



comentários

Webstatus

Projetos

Agenda

Twitter

Facebook

Apoio

Afiliados