ededed

O cantor fala com a MTV News sobre ao canalizar seu anão interno para a inspiração  ‘I See Fire.’

Ed Sheeran pode não ter enfrentado quaisquer dragões cuspidores de fogo ultimamente, mas ele canalizou seu anão interior ao escrever “I See Fire” para o filme de Peter Jackson “The Hobbit: The Desolation of Smaug.”

“Eu nunca fui um anão, mas eu escrevi uma canção a partir da perspectiva de ser um anão”

Disse à MTV News sobre a música, que segundo ele foi inspirado pela banda popular dos anos 70 Planxty.

Sheeran escreveu a trilha imediatamente depois de ver uma triagem inicial do filme, quando Jackson instruiu-o a prestar atenção especial para a sua conclusão épica.’

“Peter disse:” Concentre-se nos últimos 10 minutos. É isso que a música precisa refletir ‘”

“Ele disse: ‘Escreva uma canção que leva o público pela mão e leva-los de volta a Terra Média em realidade.” Então, sim, eu tentei fazer isso. “

A balada folk toca em todos os temas chave de “Hobbit”: fogo, montanhas e fraternidade. Pegando exatamente onde o primeiro “Hobbit” deixou. A segunda produção da Warner Bros finalmente introduz aos telespectadores o terrível Smaug, personagem de Benedict Cumberbatch.

“If this is to end in fire/ Then we shall all burn together/ Watch the flames climb high/ Into the night/ Calling out ‘father’/ Stand by and we will/ Watch the flames burn auburn on the mountain side” (“Se isso for para acabar em fogo / Então vamos todos queimar juntos / Assista as chamas subir alto / Dentro da noite / Chamando ao pai / Aguardem e vamos / Assista as chamas queimam no ao lado da montanha”)

Sheeran sussurra na faixa, e por fim os créditos finais começam a rolar. Ele estava presente na estreia mundial do filme em Hollywood, onde encontrou estrelas como Cumberbatch, Martin Freeman, Evangeline Lilly, Richard Armitage e muito mais. O ator Luke Evans, tirou uma foto com Sheeran, o que foi chamado de “um dos destaques da noite.”

“Na verdade, eu esqueci que a minha música foi no filme”, disse Sheeran sobre a estréia. “Eu sou um grande fã de Tolkien e Peter Jackson, eu estava assistindo o filme só assumindo que foi a estréia para ve-lo. Eu fui vê-lo e, em seguida, a canção veio e eu era como, ‘Oh, sim. É por isso que estou aqui. Legal. Mas eu estava gostando muito, eu esqueci.”

Veja a entrevista aqui

 

Premiere  “The Hobbit”

null

 

por: Natália Martins



comentários

Webstatus

Projetos

Agenda

Twitter

Facebook

Apoio

Afiliados