Arquivo de 'Divide'



15.03
postado por: Samuel Felix
Ed Sheeran revelou algumas confidências aos fãs que estavam presente na Fnac St Lazare – Paris

Ed Sheeran esteve em Paris no último dia (13) divulgando seu novo disco “Divide”. Foram especialmente previstas entrevistas e encontros com os fãs na FNAC de Saint Lazare.

Durante este evento, o compositor soltou algumas notícias exclusivas, diante de um punhado de fãs e algumas câmeras, ele particularmente confirmou já ter escrito duas músicas para seu próximo e quarto álbum que não será lançado antes de 2019 e somente após o fim da “Divide Tour”.

A turnê chega à capital luz no dia 6 de abril na Arena AccorHotels. Ed havia confirmado recentemente em um programa televisivo italiano que voltaria com a turnê ao país que terá pontapé inicial amanhã (16), a novidade para os franceses foi a confirmação de um retorno em 2018 com a “Divide Tour” pela França e não apenas em Paris.

Além das novidades Ed também tocou os dois singles de seu novo álbum ÷ , Castle On The Hill Shape Of You. Confira as apresentações abaixo:

Por: Ed Sheeran Brasil

14.03
postado por: Samuel Felix
‘Divide’ já é o álbum mais vendido de 2017 depois de apenas uma semana

Depois de apenas uma semana de vendas, o álbum ÷ (Divide) de Ed Sheeran já é o álbum mais vendido de 2017.

O disco foi lançado em 3 de março pela Atlantic Records e vendeu 322 mil cópias nos EUA na semana que terminou em 9 de março, segundo a Nielsen Music. Essa soma bate o vice-campeão de vendas, 24K Magic de Bruno Mars, que já vendeu 230.000 cópias em 2017 (com um total 709.000 de cópias vendidas desde seu lançamento em novembro passado).

Lançamento do ÷ também marcou maior vendas semana do Sheeran, superando a marca de 209.000 do seu álbum anterior, X (Multiply) de 2014.

Notavelmente, como Sheeran lidera ambos os gráficos Billboard 200 álbuns de Billboard Hot 100 canções ao mesmo tempo, ele é o primeiro artista a atingir tal feito desde 30 de julho de 2016. Naquela semana, Drake dominava as paradas com “One Dance”.

Fonte: Billborad
Tradução e Adaptação: Ed Sheeran Brasil

14.03
postado por: João V. Wasquevite
Ed Sheeran se inspirou em uma violinista irlandesa para escrever a letra de Galway Girl

Em uma entrevista recente, Ed falou sobre em quem se inspirou ao escrever Galway Girl, uma das faixas do seu último álbum. A garota em questão se trata de Niamh Dunne, uma violinista que é casada com uma de seus amigos, Sean Graham.

Foi em uma total coincidência que a canção surgiu. Aparentemenre ela e alguns músicos estavam com o Ed em sua casa e a ideia surgiu.

Ela se casou com um irlandês, um dos meus amigos. Eu tinha a banda a minha disposição ainda por um dia, então eu pensei ‘Sobre o que eu posso escrever?’ Ela toca violino em uma banda irlandesa, legal, vamos escrever uma música sobre isso!

Foi ela que me inspirou em escrever a primeira linha, mas o resto da canção não é sobre ninguém, eu só inventei uma história.

Hiamh e seus amigos da banda estão super felizes pelo sucesso da nova canção.

Tem sido ótimo ver tudo isso acontecer! Nós stavamos preocupados com a reação das pessoas e finalmente ela foi lançada para o mundo ouvir. Galway Girl é baseada em uma faixa antiga nossa, Minute Five. É bem louco ouvir ela nesta canção com o Ed. Ele é fã de Planxty, The Chiefains e ama a música irlandesa.

Você pode ouvir a canção em que o Ed se baseou para compor a canção abaixo:


08.03
postado por: Gabriela Brizzi
Ed Sheeran fala sobre a namorada, amizade com Taylor Swift e mais em entrevista à Rolling Stone

Ed Sheeran faz sua estreia na capa da prestigiada Rolling Stone este mês, promovendo o lançamento do terceiro álbum de estúdio, “Divide”.

Na entrevista, conduzida por Patrick Doyle, Sheeran fala sobre o último ano de sua vida e pela primeira vez dá detalhes de seu relacionamento com Cherry Seaborn, sua namorada desde 2015.

“Ela é a garota mais doce que você já conheceu, mas quando está no campo, é um animal”, revelou o ruivo sobre a parceria, que é jogadora de hóquei.

“Conhecer pessoas famosas é ótimo, mas isso não é vida. Essa não é a realidade. Um dia, isso tudo vai acabar”, disse ainda o britânico. “E eu sei que a única pessoa que será constante em minha vida é Cherry”.

O músico também comentou sobre sua amizade com Taylor Swift. “Ela continuaria ao meu lado, mesmo se tudo acabasse para mim. Ela é uma anomalia nesse sentido”, declarou o artista, que revelou não gostar da maneira como a imprensa a trata ultimamente. “Ela é onipresente pois é a mulher mais famosa do mundo, não tem como ela escolher não estar na mídia. Eu sempre vou estar do lado dela”.

Swift, que também foi entrevistada pela publicação para complementar a história de Ed, definiu seu relacionamento com o britânico ao dizer “Ele é o James Taylor para a minha Carol King, e eu não consigo imaginar uma vida sem ele”.

Fotos: Ed Sheeran para a Rolling Stones

Fonte: Vagalume
Por: Ed Sheeran Brasil

08.03
postado por: Gabriela Brizzi
Ao que tudo indica, Eric Clapton é um dos guitarristas do “Divide”

Quem ouviu o Divide aproximadamente oitenta e sete vezes já percebeu que só tem dois solos de guitarra no álbum inteiro. Já contamos aqui que  “How Would You Feel (Paean) tem uma participação do John Mayer. Mas aí veio a entrevista com o Zane Lowe em que o Ed disse que, na verdade, ele não tinha feito nenhum dos solos no disco.

O ruivo falou que a pessoa responsável pelo solo em “Dive” pediu pra ser creditada apenas como Angelo Mysterioso. E se esse nome parece familiar, deve ser porque ele foi o pseudônimo de ninguém menos que George Harrison, criado como uma saída quando o beatle não pôde ser citado como colaborador no álbum “Goodbye” (1969), do Cream, por motivos contratuais.

Mas essa não é a primeira vez que se fala em Angelo Mysterioso nos últimos meses. Em maio do ano passado, quando Eric Clapton lançou o álbum “I Still Do (2016)”, todo mundo achou que o cara tinha recuperado alguma gravação de Harrison graças a uma faixa que creditava os vocais e violão para o mesmo pseudônimo. Mas Clapton sempre negou qualquer hipótese de que tivesse alguma coisa de George na faixa e disse que jamais revelaria quem era o artista que aparecia na música.

Ed lembrou em seguida que existe alguém que já morreu que usava esse nome – e que, obviamente, não tem uma participação do beatle no disco. O ruivo também disse que seria muito fácil identificar quem é responsável pelo solo na quarta faixa do álbum, já que ele mesmo teria sido creditado numa música desse artista com o mesmo pseudônimo. Não demorou muito até surgirem pessoas se dando conta de que, na verdade, o Angelo Mysterioso no álbum do Clapton é o Ed Sheeran – e vice-versa. E, se você ouvir a faixa do Clapton, vai ver que praticamente não há dúvidas que os vocais do Angelo Mysterioso em “I Will Be There” são do Ed.

Pelo jeito, quando se é o Ed Sheeran, não é suficiente fazer um álbum que destrói com todos os recordes inventados no streaming em menos de 72h.  Tem que deixar migalhas pra pessoas que passam tempo demais na Internet descobrirem que ninguém menos que sir Eric Clapton fez uma participação no disco.

Fonte: Topsify
Por: Ed Sheeran Brasil

eDsHEERANBR.COM TODOS OS DIREITOS RESERVADOS DESIGN: Gustavo Franco CODIFICAÇÃO: DC DESIGN