Ed Sheeran
Shape of

You
Ed Sheeran revelou algumas confidências aos fãs que estavam presente na Fnac St Lazare – Paris
‘Divide’ já é o álbum mais vendido de 2017 depois de apenas uma semana
Ed Sheeran Vídeos Galeria de Fotos Entrevistas Álbum Divide Divide Tour
08.03
postado por Gabriela Brizzi
Ed Sheeran fala sobre a namorada, amizade com Taylor Swift e mais em entrevista à Rolling Stone

Ed Sheeran faz sua estreia na capa da prestigiada Rolling Stone este mês, promovendo o lançamento do terceiro álbum de estúdio, “Divide”.

Na entrevista, conduzida por Patrick Doyle, Sheeran fala sobre o último ano de sua vida e pela primeira vez dá detalhes de seu relacionamento com Cherry Seaborn, sua namorada desde 2015.

“Ela é a garota mais doce que você já conheceu, mas quando está no campo, é um animal”, revelou o ruivo sobre a parceria, que é jogadora de hóquei.

“Conhecer pessoas famosas é ótimo, mas isso não é vida. Essa não é a realidade. Um dia, isso tudo vai acabar”, disse ainda o britânico. “E eu sei que a única pessoa que será constante em minha vida é Cherry”.

O músico também comentou sobre sua amizade com Taylor Swift. “Ela continuaria ao meu lado, mesmo se tudo acabasse para mim. Ela é uma anomalia nesse sentido”, declarou o artista, que revelou não gostar da maneira como a imprensa a trata ultimamente. “Ela é onipresente pois é a mulher mais famosa do mundo, não tem como ela escolher não estar na mídia. Eu sempre vou estar do lado dela”.

Swift, que também foi entrevistada pela publicação para complementar a história de Ed, definiu seu relacionamento com o britânico ao dizer “Ele é o James Taylor para a minha Carol King, e eu não consigo imaginar uma vida sem ele”.

Fotos: Ed Sheeran para a Rolling Stones

Fonte: Vagalume
Por: Ed Sheeran Brasil

08.03
postado por Gabriela Brizzi
Ed Sheeran comenta sobre o rumor de que irá encabeçar uma das noites do Glastonbury Festival

Os rumores de que Ed Sheeran irá se juntar ao Radiohead e os Foo Fighters na lista de headliners da próxima edição do icônico Glastonbury Festival na Inglaterra estão cada vez mais fortes.

A Radio X do Reino Unido tentou descobrir do próprio astro se havia algum fundo de verdade na história. O cantor se limitou a ser reticente em sua resposta ao dizer “eu… ainda não sei”, o que, para muitos fãs, foi uma espécie de “confissão”.

Os rumores do show se tornaram mais fortes na semana passada quando a BBC sem querer deixou escapar que Sheeran já havia concordado em tocar no evento, que acontece no último final de semana de junho – lembrando que nesses dias o cantor não tem nenhum show marcado.

Fonte: Vagalume
Por: Ed Sheeran Brasil

08.03
postado por Gabriela Brizzi
Ao que tudo indica, Eric Clapton é um dos guitarristas do “Divide”

Quem ouviu o Divide aproximadamente oitenta e sete vezes já percebeu que só tem dois solos de guitarra no álbum inteiro. Já contamos aqui que  “How Would You Feel (Paean) tem uma participação do John Mayer. Mas aí veio a entrevista com o Zane Lowe em que o Ed disse que, na verdade, ele não tinha feito nenhum dos solos no disco.

O ruivo falou que a pessoa responsável pelo solo em “Dive” pediu pra ser creditada apenas como Angelo Mysterioso. E se esse nome parece familiar, deve ser porque ele foi o pseudônimo de ninguém menos que George Harrison, criado como uma saída quando o beatle não pôde ser citado como colaborador no álbum “Goodbye” (1969), do Cream, por motivos contratuais.

Mas essa não é a primeira vez que se fala em Angelo Mysterioso nos últimos meses. Em maio do ano passado, quando Eric Clapton lançou o álbum “I Still Do (2016)”, todo mundo achou que o cara tinha recuperado alguma gravação de Harrison graças a uma faixa que creditava os vocais e violão para o mesmo pseudônimo. Mas Clapton sempre negou qualquer hipótese de que tivesse alguma coisa de George na faixa e disse que jamais revelaria quem era o artista que aparecia na música.

Ed lembrou em seguida que existe alguém que já morreu que usava esse nome – e que, obviamente, não tem uma participação do beatle no disco. O ruivo também disse que seria muito fácil identificar quem é responsável pelo solo na quarta faixa do álbum, já que ele mesmo teria sido creditado numa música desse artista com o mesmo pseudônimo. Não demorou muito até surgirem pessoas se dando conta de que, na verdade, o Angelo Mysterioso no álbum do Clapton é o Ed Sheeran – e vice-versa. E, se você ouvir a faixa do Clapton, vai ver que praticamente não há dúvidas que os vocais do Angelo Mysterioso em “I Will Be There” são do Ed.

Pelo jeito, quando se é o Ed Sheeran, não é suficiente fazer um álbum que destrói com todos os recordes inventados no streaming em menos de 72h.  Tem que deixar migalhas pra pessoas que passam tempo demais na Internet descobrirem que ninguém menos que sir Eric Clapton fez uma participação no disco.

Fonte: Topsify
Por: Ed Sheeran Brasil

eDsHEERANBR.COM TODOS OS DIREITOS RESERVADOS DESIGN: Gustavo Franco CODIFICAÇÃO: DC DESIGN