banner

O cantor e compositor britânico Ed Sheeran é um dos nomeados na categoria Música do Ano com “The A Team” para os Grammys desse ano, mas ele tem sido um membro do “A Team” por bastante tempo. Ele é o escritor por trás das músicas “Little Things” e “Moments” da também britânica banda One Direction; além de ter se apresentado nas Olimpíadas de Londres e no Jubileu da Rainha.

Este ano, ele está se preparando para ser um cantor estrela: Ele tem um show com ingressos esgotados no Radio City na noite de quarta-feira e também vai se apresentar com Elton John na noite dos Grammys, além é claro de se juntar a Taylor Swift em sua turnê “Red” nesse ano.

METRO: Parabéns pela sua nomeação aos Grammys! Como você ficou sabendo disso?

SHEERAN: Eu não esperava ser nomeado e pra falar a verdade estava bêbado no momento, então essas mensagens de parabéns começaram a chegar no meu celular e eu meio que pensei que fosse outra coisa.

Nos conte sobre se apresentar com Elton John.

Sim! Tipo, é impossível ficar melhor do que isso. Ele me ligou e foi tipo, “Então, como você se sente sobre tocar no Grammy comigo?” E eu fiquei tipo “Hum, sim, eu acho que pode funcionar.” [Risos]

Você vai ficar nervoso por dividir o palco com ele?

Quer saber? Eu não estou nervoso sobre aparecer na TV e também não estou nervoso em cantar com Elton, mas eu fico nervoso com a idéia de tocar na frente de… Tipo, uma coisa é estar na Inglaterra e participar de uma premiação Britânica, porque você mais ou menos conhece 95% das pessoas que vão estar lá. Mas eu nunca estive na frente da maioria da indústria musical americana …Eu não conheço nenhum deles além da Taylor [Swift], então vai ser bastante estressante. Quero dizer, é bom, isso me deixa no mapa, mas também é bastante estressante.

Falando de Taylor Swift, você vai se juntar à tour dela agora neste ano.

Sim, começa em março e termina em setembro. Vai ser ótimo.

Você já é bem amigo dela e vocês estarão juntos em tour nesse ano. Você vai conseguir sair durante seu tempo livre?

No meu tempo livre, vou trabalhar num álbum. Estou me mudando para Nashville por um tempo enquanto faço esse disco e acho que Taylor mora logo na esquina, por isso vamos andar pendurados um no outro e escrever muitas músicas juntos.

Você participou do cd “Red” dela. Podemos esperar por uma música com ela em seu novo trabalho?

Provavelmente não. Não. Não quero fazer colaborações. Eu acho que nesse álbum… [Mas] se a gente acabar escrevendo uma música muito, muito boa, então sim.

Nós vamos ser negligentes se não perguntarmos: Ela te contou segredos sobre a curta relação com Harry Styles?

Eu prefiro ficar fora disso.

Justo. E você? Você está namorando alguém especial?

Não de verdade. Eu tentei, mas então Taylor me convidou para sua tour, então eu tive que terminar, só porque eu precisava vir para os Estados Unidos desde janeiro até setembro, então não seria legal começar um relacionamento.

Faz sentido. O que você procura em uma garota?

Geralmente, apenas um bom senso de humor e olhos bonitos. Eu gosto de meninas mais baixas do que eu, porque eu mesmo sou meio baixinho.

Você também escreve músicas para outros artistas. É mais difícil do que escrever para si mesmo?

Eu costumo escrever para mim primeiro e, em seguida, dou para outras pessoas. Eu meio que escrevo músicas para mim mesmo.

Então One Direction pode estar cantando uma música sobre sua ex e a garota nem imagina?

Foi exatamente o que aconteceu. [Risos]

E essa garota já veio até você perguntar, “Você escreveu essa música inspirado em mim?”

Bem, eu realmente não tenho mais músicas dedicadas a pessoas específicas, então ela provavelmente sabe que a música é para ela e sobre ela.

  • Fonte: Metro US
  • Tradução e adaptação: Renata Marcon


comentários

Webstatus

Projetos

Agenda

Twitter

Facebook

Apoio

Afiliados