27.10
postado por: Renata Marcon
Ed Sheeran e Jamie Lawson jogam “Eu já…”

A gente já sabe que vocês são tão obcecados por todas as músicas que Ed lança quanto nós. Mas caso você ainda não conheça o primeiro artista que assinou com Sheeran, nós lhe apresentamos Jamie Lawson. Com toda certeza ele se tornará sua nova obsessão musical!
O cantor e compositor irlandês lançou recentemente seu primeiro álbum e primeiro single: “Wasn’t Expecting That” que tem tudo para alcançar o primeiro lugar da sua biblioteca no iTunes!

Para celebrar o lançamento do álbum de Jamie, Ed e ele visitaram os escritórios do Buzzfeed em Nova York e aproveitaram para jogar uma versão do “Never Have I Ever”, algo como “Eu já…” em português; onde eles falaram sobre cafés da manhã com bebida grátis, Netflix e chill (a gente sabe que não precisa de tradução, safadinhos) e o que eles fazem quando esquecem da letra de alguma música no palco. Segue abaixo o que aprendemos:

“Eu já pulei de um avião ou voei de paraquedas”

Ed: Não, eu morro de medo de altura!
Jamie: Eu pularia. Com certeza. Mas eu nunca fiz isso. Acho que pode ser libertador.
Ed: Eu pulei de um iate um tempo atrás e estourei meu tímpano.
Jamie: Talvez você não devesse fazer isso, então.
Ed: Agora eu vou ter que operar e não vou poder voar por um mês depois da cirurgia, então eu não posso fazer até o ano que vem. Então também não posso nadar.

“Eu já fui confundindo com um sósia”

Ed: Sempre. Isso acontece direto, as pessoas se aproximam de mim em festas achando que eu sou, tipo, Rupert Grint. Quem mais? Uma vez uma pessoa disse que achou que eu era Boris Johnson. Ele é o prefeito de Londres e tem 60 anos.

Jamie: Mas você não parece com ele… De jeito nenhum!
Ed: Me senti insultado aquele dia.
Qual foi sua reação?
Ed: Sabe como é, as pessoas me confundem com outras pessoas direto, mas eu também sei que muita gente é confundido comigo. Alguns fãs vivem me marcando em fotos de ruivos gordos que eles conheceram em bares dizendo “Olha, eu conheci Ed Sheeran hoje!” Então eu sei que muita gente se confunde. Eu vejo isso direto. Eu não sei se eles estão zoando, mas acho que não. Na verdade, eu sei que algum cara ao redor do mundo vai garantir a noite com alguma garota por ela achar que ele sou eu. Algum tempo atrás eu estava na Estonia ou algum lugar perto e meu produtor – Eu lembro do último email que ele recebeu, era tipo “Acho que eu fiz sexo com Ed Sheeran na barraca de um festival noite passada, mas não tenho certeza. Se eu fiz, diga que ele é um idiota. Se eu não fiz, desculpe pelo email.” E nós ficamos meio, okay, nós estamos na Estônia então alguém bem longe daqui deve estar se divertindo.

“Eu já tentei escapar de uma multa”

Jamie: Você não dirige, né?
Ed: Eu não dirijo. Eu falhei na minha prova. Eu nunca tentei escapar de nada. Não tem muita polícia onde eu moro. Eu tenho um amigo que ainda não tirou a carteira, ele tem tipo, 42 anos e dirige todos os dias. Fica no meio do nada. Não tem polícia.

“Eu já tive um drink jogado em meu rosto”

Ed: Acho que nunca me jogaram nada.
Jamie: Não.
Ed: Eu acho que eu mesmo já joguei um drink em mim uma vez, tipo dançando em uma mesa e caindo com tudo. Isso realmente aconteceu. Mas não, acho que ninguém jogou um drink no meu rosto. Eu não consigo imaginar Jamie sendo rude com alguém para isso acontecer.
Jamie: Talvez se eu estivesse muito bêbado. Mas eu teria que estar muuuuuito bêbado mesmo.
Ed: Certo, mas ser rude para você é tipo não colocar o copo no suporte ou alguma coisa assim.
Jamie: Mas isso vale levar um drink na cara!
Ed: Sabe quando você acorda na manhã seguinte depois de sair e tem aquele medo “Oh, o que eu disse para aquela pessoa?” Jamie iria acordar e pensar “Ah não, eu coloquei a merda do meu copo na mesa e não tinha um suporte!” Esse seria o seu medo.
Jamie: Tipo isso. [risos]

“Eu já usei um pau de selfie”

Ed: É… Eu uso bastante com fãs. Eu acho o pau de selfie uma coisa incrível porque o cara que inventou ficou milionário apenas recriando um pau! Gênio.

“Eu já disse a alguém que havia cozinhado quando na verdade comprei a comida pronta”

Ed: Não, eu nunca.
Jamie: Eu gosto de cozinhar.
Ed: É… Mas eu sou péssimo nisso, então, se eu comprar comida, a pessoa vai saber.

“Eu já fui para um café da manhã com bebida grátis”

Ed: Eles tem um muito bom em Nova York… É tipo 50 dólares se você quiser beber mimosas.
Buzzfeed: Você está indo no lugar errado! Geralmente custa 30 dólares!
Jamie: Então eu moro na cidade errada.
Ed: Sim, a gente tem esse tipo de coisa na Inglaterra, mas não existe isso de beber o quanto quiser.

“Eu já invadi uma área onde era proibido entrar”

Jamie: É óbvio que sim. Eu cresci perto de trilhos de trens, então eu costumava andar nos trilhos o tempo todo. Não façam isso crianças!
Ed: Sim, vários lugares perto de onde cresci eram proibidos, mas muito fáceis de invadir. Eu não estava junto, mas uma vez meus amigos invadiram uma escola particular e roubaram todos os extintores de incêndio, o que na minha opinião é a pior coisa que um ser humano pode fazer. Mas eu não participei!

“Eu já virei amigo de um fã”

Ed: É claro que sim. Eu tenho essa fã chamada Jen, e toda vez que eu a vejo, ela me dá um presente que ela leva tipo, um ano inteiro fazendo. Então a primeira vez que nos encontramos ela me deu um boneco. Depois tricotou um cobertor e da última vez que a encontrei, ela fez uma versão de Banco Imobiliário personalizada para mim. Tudo era personalizado, até os bonequinhos. Ao redor do tabuleiro, nas coisas que você pode comprar, estavam os lugares em que eu toquei enquanto divulgava o primeiro álbum. Você pode começar em um lugar bem pequenininho e terminar no Wembley. Wembley seria tipo, uma grande avenida.
Jamie: É incrível. Ficou realmente bonito.
Ed: Sim! Ficou bem legal! Eu tenho vários fãs assim. Às vezes eu esqueço de alguma coisa que eu fiz, mas a fanbase trabalha bastante atualizando tudo, então eu dou uma checada básica todos os dias e fico meio “Sim, eu fiz aquilo! Legal!”

“Eu já cancelei um encontro no último minuto porque eu queria ficar em casa e relaxar”

Ed: Depende do tipo de encontro.
Jamie: Tipo um romântico?
Ed: Sim, eu acho que é verdade. Ficar sozinho e relaxar assistindo Netflix. Tipo Netflix and chill, mas de verdade! Só que no lugar de Netflix, pode ser iTunes and chill.

“Eu já fui stalkear uma crush no Instagram e sem querer curti a foto”

Jamie: Eu acho que nunca fiz isso. Mas já segui algumas pessoas no Twitter por acidente. Pessoas vem dizer “obrigado por me seguir” e eu fico meio “Ah merda, eu não queria te seguir, não mesmo”
Ed: Eu já fiz isso. Por um mês inteiro eu segui uma conta de updates do Coldplay. Eu fiquei meio “Quê?”

Ed: Eu não sabia que dava pra clicar duas vezes em fotos do Instagram. Porque no iPhone, quando você clica assim, ele dá zoom. Aconteceu uma vez e foi bem vergonhoso. Tive que fingir que nada tinha acontecido, que foi normal. Não era uma crush, ainda bem, mas não consigo lembrar quem era. Foi muito, muito vergonhoso.

“Eu já esqueci a letra de uma música enquanto estava no palco”

Jamie: Seeeeempre, eu faço isso sempre. E acoisa é que estando no palco ou não, muita gente não conhece minhas músicas, então eu meio que posso me safar, inventando qualquer coisa. Mas eu falo a verdade de qualquer forma. Mas sim, eu faço isso sempre. É minha maior falha.
Buzzfeed: Você tem algum truque? Tipo, apontar o microfone para o público e pedir para cantarem?
Ed: Sim, esse é meu truque. Ou então eu finjo que estou realmente empolgado com a música e me deixo levar por ela, viro a cabeça, sinto a melodia, sabe…

Levo um tempo e volto a cantar. Como se você parasse por um momento e “Peraí… Eu preciso fazer uma pausa para lembrar em que parte da música eu estou. Mas vocês podem continuar cantando. Eta merda, quais eram as palavras mesmo? Quais eram as palavras?”

“Eu já treinei uma cantada na frente do espelho”

Ed: Acho que eu nunca fiz isso.
Jamie: Eu não sei fazer cantadas.
Ed: Eu também. Eu sou péssimo em conversar com mulheres. Sou péssimo mesmo. Tive uma fase em que eu nem sequer percebia que estava cantando uma garota e um ano depois ela me ligava: “Porque você nunca me ligou?” E eu ficava meio “Eu achei que a gente só estava conversando.”

“Eu já me pesquisei no Google”

Jamie: Eu faço isso para descobrir onde vou tocar. Nem sempre eu sei as datas, então eu faço isso. Eu tento não ler nenhum comentário ou coisas sobre mim.
Ed: Eu sou o oposto. Eu leio tudo, inclusive os comentários. Eu pesquiso bastante. Tenho uma lista de artigos ruins, então eu pesquiso e leio todas as opiniões negativas, então quando a gravadora vem com o nome de algum jornalista eu posso dizer não. Não que meu tempo seja precioso, mas eu prefiro fazer coisas que gosto durante a divulgação dos álbuns, então não tem sentido em conversar com alguém que não gosta de mim.

“Eu já nadei pelado”

Jamie: Ah sim, nadar pelado é muito bom. Eu adoro. Nadar pelado à noite, principalmente. É meu jeito favorito.
Ed: Sim, eu cresci no interior, então a gente fazia tudo pelado. Meus amigos iam mais além… Como eu comecei a viajar cedo, eu não ia em todas as festas. Meus amigos no entanto aproveitaram todas as oportunidades. Eles faziam noites do vinho com queijo e quando eu entrava no Facebook para ver as fotos, eles estavam todos pelados comendo queijo. E eu ficava meio “Quem organizou isso?” Sim, eu tenho amigos interessantes.

“Eu já dei um número falso de telefone à alguém”

Jamie: Acho que não.
Ed: Eu sempre faço isso. Tipo, dou um número a menos. As pessoas ficam te vigiando enquanto você digita, então você precisa digitar rápido e dizer “me manda uma mensagem!” Eu meio que parei de fazer isso agora, porque as pessoas meio que tentam me ligar na hora para confirmar. Aí tudo fica estranho. Mas eu sou péssimo com meu telefone. Eu recebo muitas mensagens e fico tipo “Eu vou sentar com calma um dia e responder tudo” aí você vai, responde tipo 70 mensagens, cansa, todo mundo resolve responder de novo e você fica “Ahhh! Não” Então eu acabo ignorando.
Jamie: Eu já passei emails falsos. Você sabe, quando o hotel pede seu email e tal?
Ed: Eu passo o email do meu produtor. Ele deve ter muito spam. Eu fiz uma coisa, uma vez… Com o email do meu produtor. A gente estava gravando o clipe de “Drunk” e você sabe, eu apareço conversando com um gato… Eu estava entediado pra valer na Finlândia e olhei pro Stuart: Eu vou acabar com seu dia [risos] e twittei pra mais ou menos 2 milhões de pessoas, “Certo, nós precisamos contratar uma garota para aparecer nesse clipe comigo e com um gato, se você tiver interesse, por favor envie um email com uma foto sua com seu gato para o Stuart.” E isso travou o celular dele. Na verdade, eu fiz outra coisa também… Eu sou bem cruel com o Stuart… Você sabe no iPhone onde você digita a senha, e se digitar errado muitas vezes, o celular bloqueia por 15 minutos? Achei que com um Blackberry era a mesma coisa, mas se você digitar uma senha falsa 10 vezes em um Blackberry, deleta tudo, tipo teus emails, contatos, tudo. Eu fiz isso com ele em um feriado, então ele ficou com o celular quebrado por quatro dias. Aí eu comecei a perguntar o que eu tinha na agenda para as próximas semanas e ele ficava tipo, “eu não sei!”

“Eu já joguei strip poker.”

Ed: Como foi isso, você ganhou?
Jamie: Acho que sim.
Ed: Você fez aquilo de usar um casacão e 17 pares de meia? Porque quando nós jogamos, eu e meus amigos estávamos de férias e eu só estava usando um boné e uma bermuda, então eu só tinha três peças para tirar.
Jamie: Isso significa que você queria ficar pelado, eu acho.
Ed: Não, estava quente mesmo. E eu gosto de ficar pelado.

 

Fonte: Buzzfeed
Tradução e adaptação: Ed Sheeran Brazil

eDsHEERANBR.COM TODOS OS DIREITOS RESERVADOS DESIGN: Gustavo Franco CODIFICAÇÃO: DC DESIGN