hoodie

Com o enorme sucesso de seu álbum de estreia em 2011, sua performance nos Jogos Olímpicos de Londres de 2012, e outros tantos fatos incríveis vindo, é seguro dizer que Ed Sheeran chegou para ficar. Nós falamos com cantor e compositor sobre seu estilo duvidoso, Britney Spears, e se a trilha sonora de Buffy The Vampire Slayer está ou não no seu segundo álbum.

Vamos direto ao ponto: “Homem mais mal vestido do ano” da GQ. Avaliação justa ou total mentira?

Você sabe, todo mundo tem seus dias de folga. Eu realmente visto algumas roupas questionáveis as vezes, mas eu vivo de uma mala, e quando minhas roupas não estão lavadas eu uso blusas que minhas fãs me dão. Eu não sei se as pessoas esperam que eu esteja na moda; blusa e calça jeans é uma coisa normal. Jaquetas de couro sem mangas não são legais, sabia?

Digamos que você tenha uma revista… sobre revistas. Como você classificaria a GQ?

Eu classificaria como uma revista de moda masculina, eu acho. Eu não tenho problema com eles, eles escrevem o que quiserem, e eu visto o que quiser, é um bom equilíbrio. Eu espero vencer o próximo ano também. É legal vencer.

Qual tipo de música você gosta que seria considerada “vexaminosa”?

Britney. O primeiro álbum dela foi sensacional, as letras eram muito sagazes, Max Martin (que fez a maior parte do álbum) é incrível. As melhores músicas pop são feitas pelos melhores compositores do mundo. Não é fácil. Mas se você olhar para qualquer música de violão/indie/rock que se tornou grande é normalmente uma música pop disfarçada com guitarras e uma produção legal. Uma música boa é uma música boa no fim do dia, independente de quem a canta.


Andy Murray normalmente escuta suas músicas antes de jogar para se preparar. O quanto de crédito você acha que leva pela vitória dele em Wimbledon?

Minha música é um pouco depressiva. Eu acho que a maioria das pessoas que a escuta [minha música] estão normalmente chorando em cima de um pote de sorvete, então eu só espero que ele não estivesse fazendo isso antes do jogo. Talvez ele estivesse. Seria demais se ele estivesse. Relaxado, assistindo Diário de uma Paixão de pijamas e tomando sorvete, então vai jogar e vence. Demais.

Você tem algum conselho para os artistas que vão tocar nas Olimpíadas? Algo te surpreendeu nessa experiência?

Aparentemente, 3 bilhões de pessoas viram isso no mundo todo. Isso me surpreendeu. Nunca eu vou conseguir tocar para metade da população mundial de uma vez. É insano pensar nisso desse jeito.

Você disse que a sua música “The A Team” é sobre uma mulher que você conheceu em um abrigo para pessoas sem teto. Fala sobre lidar com coisas tristes e obscuras como essas.  É difícil para você falar sobre isso nas suas músicas?

As vezes. Mas Joni Mitchell sempre disse que quanto mais próximo você chega do seu coração com a sua música mais próximo você chega do coração das outras pessoas, não importa qual seja o assunto. As pessoas se conectam com honestidade e emoção. Então é legal falar sobre isso.

Você faz rap em alguma de suas músicas. Quando você vai fazer uma parceria com o 2 Chainz? Eu acho que ele tem música com todo mundo que já fez um rap.

Apenas se eu puder usar 3 correntes no vídeo. (2  Chainz significa “duas correntes” em inglês)

Antes de ser sucesso, você deve ter feito alguns shows ruins. Alguma história de terror para contar?

Ah, o normal. Garrafas arremessadas no palco, não me deixarem tocar por ser muito novo, perder o ultimo trem para casa. Eu fiz vários shows para ninguém, e é isso que faz os shows de agora serem tão incríveis.

Você revelou que o seu novo álbum é sobre relacionamentos. O que o faz diferente dos outros milhares de álbuns sobre o mesmo assunto?

Amor sempre vai ser um assunto que as pessoas vão cantar sobre, então nesse sentido não é diferente, mas eu sinto que cada artista tem influencias diferentes.  Ninguém nunca tem as mesmas influencias musicais. Sempre tem algo sobre um artista que o faz único. Então eu espero que o álbum se destaque como um álbum “Ed”.

Também tem aparentemente um pouco de Buffy, a caçadora de vampiros nele – explique de onde isso veio.

Não está nesse álbum. Eu só fiz uma música baseada em alguma música da Buffy. Eu amo Buffy, assisto bastante e algumas das músicas da trilha sonora são incríveis.

O No ID produziu uma das músicas do +, o que te coloca junto com alguns artistas impressionantes – Rihanna, Kanye e assim por diante. Nós podemos esperar parcerias com esses artistas no novo álbum?

Não. Eu sempre estou aberto a colaborações, mas quando é meu próprio projeto o argumento é que Bob Dylan não teve colaboração nos seus primeiros álbuns. Eu faria isso no futuro, mas eu quero ser quem eu sou nos meus primeiros álbuns. Eu faço muitas músicas com parcerias fora do álbum, de qualquer forma.

Você tem outros projetos criativos em mente além do mundo da música?

Nenhum. Eu sou pau pra qualquer obra, mas ainda estou tentado dominar um ramo só. No futuro eu posso tentar ir para outros.

Quem faz seus casacos preferidos?

Ralph Lauren faz casacos incríveis, mas as mulheres vivem roubando eles de mim. Eu tinha vários, agora tenho só um.

Fonte: The Crosby Press
Tradução e Adaptação: Amanda



comentários

Webstatus

Projetos

Agenda

Twitter

Facebook

Apoio

Afiliados