Semana passada Ed anunciou no Twitter que seus antigos EPs serão disponibilizados em versão digital nas lojas iTunes do mundo todo. A data de lançamento prevista até então, era 5 de maio, amanhã.
No entanto, hoje em seu Instagram, Ed contou que infelizmente teremos que esperar mais alguns dias para comprar esses tesouros de sua discografia.

Os EPs foram compilados em apenas um álbum, chamado “5” e a nova data de lançamento foi marcada para o dia 12/05, uma semana depois da primeira data anunciada.

O álbum incluirá cinco dos EPs mais famosos de Sheeran:

You Need Me (2009)
Loose Change (2010)
Songs I Wrote With Amy (2010; relançado também em dezembro de 2011)
No. 5 Collaborations Project (2011)
Live at Bedford (2011)

Quem está animado para escutar essas relíquias em alta qualidade?

Por: Ed Sheeran Brasil



Ed Sheeran está no auge da carreira musical. Prova disso, é que o cantor conseguiu esgotar três datas de sua turnê, a Multiply Tour, no Brasil – duas em São Paulo e uma no Rio de Janeiro -, lugar que ele visita pela primeira vez. Cheio de hits sustentados apenas por voz e violão, o britânico enfrentou um público diferente e bem intenso do que está acostumado.

Antes de sua segunda apresentação no País, o britânico recebeu a equipe de QUEM para um bate-papo e esclareceu a fama de não gostar de barulho durante suas performances. “Tem uma diferença entre barulho e desrespeito. Os gritos demonstram que eles são intensos e desrespeito é não escutar e conversar (durante as apresentações).”

SHOW EM SP

Ele, que se apresentou no Rio de Janeiro, na noite de quinta-feira (30), no HSBC Arena, revelou sua ansiedade para conhecer o Cristo Redentor. “Eu quero ser um turista”, disse ao deixar claro que São Paulo também é uma cidade interessante. O cantor, inclusive, conhece mais do Brasil do que imaginamos. O seu filme favorito, por exemplo, é Cidade de Deus, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, em 2004.

Durante a entrevista, Ed falou ainda sobre a surpresa em se tornar um artista de fama internacional, contou sobre o processo de gravação do próximo álbum – que está no estágio inicial – e revelou se já partiu o coração de alguém. Leia abaixo:

QUEM: Você é conhecido por não gostar de barulho durante os shows e os fãs brasileiros são bem intensos. É isso mesmo?
ED SHEERAN: Eu gosto de público barulhento. Se eu entrar em um lugar que a plateia é intensa, eu ajusto o meu setlist de acordo com o clima. Gosto de saber a situação que vou entrar. Por exemplo, eu sei que o público brasileiro é mais eufórico, vibrante e que eles vão cantar junto. Então, tem uma diferença entre barulho e desrespeito. Os gritos demonstram que eles são intensos e desrespeito é não escutar e conversar (durante as apresentações).

QUEM: Os seus fãs brasileiros são diferentes?
ES: Sim. Eu diria que a América do Sul é mais vibrante, – o Brasil é o mais de todos.

QUEM: Antes de vir para cá, você sabia algo sobre o Brasil?
ES: Claro. Futebol (risos). Assisti a alguns filmes… Cidade de Deus é um dos meus filmes favoritos. Cidade dos Homens (a série de TV) também. Adoro a comida. A carne é ótima. E tem uma bebida, que é muito boa, a caipirinha.

QUEM: E depois de passar alguns dias por aqui, o que você achou?
ES: Eu adorei. Estou ansioso para conhecer o Rio de Janeiro porque vou ter a oportunidade de conhecer o Cristo Redentor. São Paulo está para o Brasil, como Londres está para a Inglaterra. Já o Rio me parece ser um lugar aonde os turistas iriam. Então quero ser um turista, mas tive a chance de aproveitar São Paulo como ser humano.

QUEM: Vamos voltar para o início da sua jornada. Qual era o seu maior sonho?
ES: Tocar para muitas pessoas, mas não tantas pessoas. Eu não esperava estar aqui.

QUEM: Você não tinha essa ambição de ser um astro internacional?
ES: Não. Até as portas se abrirem não. E elas estavam sempre fechadas. Desde que abriram, aproveitei e fiz tudo o que pude para crescer como artista, mas antes disso eu estava perfeitamente feliz fazendo as minhas coisas.

QUEM: Quando foi a primeira vez que você percebeu que tudo havia mudado?
ES: Teve um festival de música no Reino Unido, que havia mais de 10 mil pessoas, e eu estava aquecendo no backstage e vi todo mundo entrando. Na hora pensei: Tem alguma coisa acontecendo. Então toquei algumas canções e o público todo sabia as letras. Foi quando percebi que as coisas estavam mudando.

QUEM: Quão romântico você é?
ES: Não sei. Acho que é melhor perguntar para as pessoas que eu namorei.

QUEM: Você canta músicas sobre corações partidos, mas em algum ponto da sua vida você já quebrou o coração de alguma garota?
ES: Já. Acho que na vida você parte o coração de alguém e tem o coração partido, também. Faz parte da natureza humana. A não ser que você dê muito azar e seja sempre a pessoa a sofrer. Acho que é uma troca. Acontece com todos nós.

QUEM: Do que mais você tem orgulho?
ES: Tenho orgulho dos amigos que mantenho à minha volta.

QUEM: O que está faltando na sua vida?
ES: Tem muita coisa faltando. Mas são coisas que ainda não preciso. Não preciso de mulher e filhos, mas eu quero, por exemplo. Esse tipo de coisa que não preciso ainda, mesmo.

QUEM: Você pode dar detalhes sobre o seu próximo álbum? Alguma parceria com John Mayer?
ES: Não sei. Poderia ser legal. Estou nos primeiros estágios. Estou chegando lá.

QUEM: Já que você é tão próximo da One Direction, o que você acha da saída do Zayn Malik do grupo?
ES: Acho que não tem motivos para você continuar um trabalho que já não gosta -e ele não estava mais curtindo. Ser feliz é mais importante, e acho que seria egoísta das pessoas pensarem que o Zayn deveria continuar só para deixá-las contentes. Ele precisa ser feliz.

Fonte: Revista QUEM



O ruivo que esta no Brasil para três apresentações, foi ao twitter esta manha para contar que alguém levou o celular do cantor nos bastidores de uma apresentação na Argentina.

“Tive meu telefone furtado nos bastidores do show na Argentina, o que é um saco, então estou acessível apenas por um pombo correio chamado Gus”

Com o tweet, vieram especulações de que Ed teria criado a conta do pombo correio @PigeonGus que fala com bastante humor sobre as bebidas alcoólicas do Brasil.

Por: Ed Sheeran Brasil




Webstatus

Projetos

Agenda

Twitter

Facebook

Apoio

Afiliados